segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

LONGÃO DOS 3 FARÓIS

os 10 que chegaram ao Bonfim: Rubem, Everaldo, Bruno, Lu, César, Antonio, Paulo, Vanuza, Edmundo e eu

Em grande estilo! Assim pode ser definido o encerramento do meu ciclo de férias da corrida (leia-se: das planilhas), que se deu no último sábado num treino-festa até a Igreja do Bonfim.

Com a aproximação do final do ano este é um dos destinos mais comuns das corridas de confraternização em Salvador, mas o grande diferencial da nossa brincadeira era mesmo o ponto de origem: Itapoan.

Antes das 5:00 da manhã e prontos para largada  com o poeta Vinicius de Moraes (Lu, Érica, Rubem, eu e Paulo)
O LONGÃO DOS 03 FARÓIS (Itapoan, Barra e Humaitá), com seus 37km de extensão, foi também uma excelente oportunidade de passear por nossa cidade. Entre outros pontos, passamos por Piatã, Boca do Rio, Jardim de Alah, Pituba, Rio Vermelho, Ondina, Barra, Ladeira da Barra, Campo Grande, Corredor da Vitória, Passeio Público, Contorno, Praça Cairu (Elevador Lacerda e Mercado Modelo), Comércio, Feira de São Joaquim, Mares, Calçada, Largo de Roma e Boa Viagem.

Breve parada do "ônibus dos 03 faróis" no Jd. de Alah: Hidratação e novos "passageiros": Amâncio, Bruno e Edmundo
Ao todo foram 14 apaixonados por este nosso esporte envolvidos no longão e, sem dúvida, os quatro sexagenários, que durante todo o trajeto (apesar das dificuldades naturais numa corrida longa) esbanjaram bom humor, deram um toque todo especial à corrida e, a todos nós que desejamos “chegar lá” um dia, uma verdadeira lição de vida. 

Edmundo, Antonio e Everaldo (corredor-galanteador) no Passeio Público
Sobrou emoção durante todo o caminho e principalmente na chegada ao Farol da Ponta do Humaitá, onde a convidativa praia de Boa Viagem levou-nos a fazer uma parada para banho antes de completar o último quilômetro que nos separava da Colina Sagrada.
Chegada no terceiro farol: Ponta do Humaitá

A água morninha era um carinho e tanto nos músculos e no espírito de quem havia enfrentado tantas horas de corrida e ninguém tinha a menor vontade de sair dali, mas apesar da largada ter acontecido (às 5:00 da manhã) no Farol de Itapoan e já termos atingido o terceiro farol, o ponto final do “ônibus dos três faróis” era um pouquinho mais adiante e continuar era preciso.

Êta banho gostoso
O objetivo traçado (chegar à Igreja do Bonfim), independente do ponto de partida, foi alcançado por todos e, claro, felizes, agradecemos a Deus por mais esta.

Daqui em diante deixarei às fotos a tarefa de contar um pouquinho mais sobre este dia, mas antes preciso destacar o nascimento de uma nova corredora. Trata-se de uma baiana / capixaba chamada Fátima Encarnação (sobrenome de atleta ela já tinha rs), que fez ontem sua primeira prova oficial e se Deus quiser fará parte para sempre desta nossa família.


Fátima feliz com sua primeira medalha (Running to the Beach ) 5km  para 42'
Até a próxima!


Lu Bastos, Rubem Fernandes, eu e Paulo Viana: Os quatros que iriam fazer o percurso full

com Érica que largou junto e nos puxou até Jaguaribe




Rogério e Rúbia nos acompanharam a partir de Itapoan 






Reforço no time até o Bonfim: César, Antonio que junto a Everaldo só largaram de Piatã por conta do atraso do taxista que os levaria até o Farol. (Perderam apenas 3km da brincadeira).





Everaldo e Lu

Ponto de descida de nossa coelha Érica


Amâncio integrando-se ao "ônibus"

Geovanne treinando na orla e quase sobe no "ônibus dos 3 faróis"



Mais "passageiros" Edmundo e Bruno



Essa menina aí andou conosco um montão de quilômetros mas não quis seguir viagem até o
Bonfim


Rubem: Não basta correr 37, tem que ir dificultando..rs

Quartel de Amaralina: Fim da participação sempre entusiasmada de Amâncio

Lu no Rio Vermelho

Edmundo Fraga desfilando bonito de cima dos seus 68 anos




Everaldo chegando no Farol da Barra... e haja galanteios..rs

Farol da Barra - última passageira a entrar: Vanuza


Ladeira da Barra - César


Nossos Anjos - ajudando na motivação e na hidratação: Cristiane Fraga e Anderson Fraga 




















A galerinha para o relax pós corrida 

Desenho de Rafa na areia usando um palito
Fátima Encarnação nos 5k e Roberta Ferreira nos 13 (com direito a pódio)





brincando de cavalo... ...marinho


15 comentários:

  1. Este circuito dos 3 faróis é bastante emblemático... Pena que não pude estar presente... Parabéns aos 14 guerreiros por esta epopeia urbana!

    Abraço,
    Everton

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Everton,
      Foi mesmo uma pena não poder ter ido. Fez falta e com certeza iria gostar.
      Fica pra próxima.
      Abraços!

      Excluir
  2. Amigo, mais uma vez agradeco pela oportunidade de poder fazer o que gosto, ao lado de bons amigos e da familia. Cada passeio nosso aprendo um pouco mais, e me fortaleco em busca de novos desafíos. E por Edmundo que disse que iria fazer e fez, e com muito entusiasmo e apoio de todos, como sempre. Obrigado mais uma vez.
    Bruno Fraga

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bruno,
      Nós é que agradecemos sua participação junto com a família (principalmente aos stafs.. rs).
      Vendo seu pai enfrentar com tamanho bom humor uma distância que assusta muitos jovens por aí é que a gente entende de onde vem sua força e essa alegria sempre presente em seus gestos e palavras.
      Abraços!

      Excluir
  3. Parabéns a toda essa belíssima turma de corredores. É contagiante quando temos um grupo que transpira energia. Ultra abraço,

    Dionisio Silvestre
    http://correrpurapaixao.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu,Dionísio.
      Já sabe que quando estiver aqui na terrinha pode contar com a gente para um city-tour destes.
      Abraço

      Excluir
  4. Afirmo que é inenarrável o momento em que compartilho com todos vocês, em busca de saúde e melhor qualidade de vida. Momentos em que exercitamos o dividir, somar, incentivar, tendo como resultado final o ato de cooperação, em que aprendemos correr sem se preocupar com tempo, adversário, tipo de piso e etc, e que no resultado final da "prova" todos são CAMPEÕES, sem classificação geral, faixa etária, medalha, troféu e sem aquela conversa fiada que alguns tem a falta de esportividade ao fazer. "Eu sou melhor corredor do que fulano", resumindo. Todos VITORIOSOS!!!

    Antecipando: Sexta-feira estaremos (Eu e Roberto) produzindo cenas do próximo relato.


    Rubem Fernandes.

    ResponderExcluir
  5. Rubem, falou tudo. Infelizmente não foi possível participar do passeio, poiseé assim que defino esses momentos que compartilho com vocês. Parabéns a todos e desejando um Feliz Natal e um novo ano de muita prosperidade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Samuel.
      Estamos com saudades e vire e mexe naqueles bate-papos durante a corrida a gente tá sempre falando de você. Aparece logo.
      Abraços!

      Excluir
  6. Bom dia Roberto

    Viviane e eu estamos muito tristes de ter perdido essa aventura/desafio com vc e os demais, infelizmente não foi possível, espero podermos participar da próxima. Vendo as fotos deu água na boca (ou melhor, nos pés) rsrs, vontade imensa de participar. Mais uma vez, vc e o grupo inteiro estão de parabéns. Vou compartilhar um pouco da nossa mini-aventura, Como nós sabíamos que não seria possível participar dessa aventura/desafio por conta da nossa viagem, ao chegar no interior, Nova Fátima, arrastei Viviane da cama as 04:40h da manhã e as 05:10h já estávamos correndo com destino à roça do pai dela que fica a 11,5km da cidade, e a paisagem, apesar do terreno acidentado e algumas ladeiras, foi maravilhosa passando por roças e fazendas, e chegando na roça as 06:44h, uma vitória para nós. Só temos a agradecê-lo pelo incentivo. Um abraço.

    Mário e Viviane.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mário e Viviane,
      Tenho certeza que este passeio de um ponto a outro (ainda mais um tão especial - a roça da família -) deve ter sido muito bom também. Estou feliz pela realização de vocês.
      Abraços

      Excluir
  7. Quando eu crescer... ;-)

    PARABÉNS a todos por amarem o que fazem e por transformarem as corridas em momentos mágicos!!!

    ResponderExcluir
  8. AMO CORRER, que correr tem alguma coisa especial que os outros esporte não possuem. VANUZA LINS.

    ResponderExcluir
  9. Fundamentalmente, os corredores sentem-se melhor psicologicamente do que os não-corredores, que correr é "como ter o seu próprio psiquiatra". Um abraço a todos. VANUZA LINS.

    ResponderExcluir