sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

IV CORRIDA CIRCUITOS DA FOLIA - A FESTA

Só os fantasiados
Esporte, diversão e solidariedade são os principais fundamentos da Corrida Circuitos da Folia e os participantes desta IV edição mostraram com sobra que já "pegaram o espírito da coisa".

Preparados para a largada
Apesar de responsáveis por muitas ausências, nem mesmo a manhã chuvosa de trânsito complicado e os inúmeros bloqueios nas ruas adjacentes foram capazes de diminuir o ânimo dos quase setenta participantes que esbanjaram alegria nos 11km do trajeto.

Dando início aos trabalhos, o Prof. Dielmo Noblat juntou a galera para um alongamento/aquecimento. 


Alongamento com Prof. Dielmo
A presença de grupos de corrida e seus treinadores (Sport Run, Corpus Vitalle, Alta Velocidade) na confraternização do Salvador Pró-Maratona só reforça a convicção de que a ideia da Circuitos da Folia é boa e bem aceita, o que aumenta nossa esperança de que um dia esta corrida (mantendo-se sua filosofia) possa tornar-se oficial, sendo realizada quem sabe, por exemplo,  pela Federação Baiana de Atletismo.



Com Bruno  Fraga e os patrulheiros do Águia
Às 7:00 da manhã, acompanhados pelos valorosos patrulheiros do Pelotão Águia (Esquadrão de Motociclistas da Polícia Militar da Bahia), responsáveis diretos também pelo sucesso do evento, com um até breve despedimo-nos do Farol da Barra e fomos embora.


Com o Prof. André Araújo (Corpus Vitalle)


"Embolados, embalados, molhados de chuva, suor e água mineral", na porta da Igreja do São Francisco (Pelourinho) paramos para nossa tradicional foto no Cruzeiro do Largo do Terreiro.


Dez vezes mais potente que no ano passado, a moto-elétrica animou os corredores-foliões com músicas carnavalescas de todos os tempos e, talvez por estamos sonoramente mais possantes (somado à contagiante alegria dos participantes), desta vez atraímos muito mais gente na rua. Foram olhares, sorrisos, pessoas pegando uma "carona" em nosso ritmo e até deixando seus postos de trabalho para brincar junto conosco, ou seja, espalhamos de verdade alegria à nossa passagem.


Analice e Rubem

Antes das 9 da manhã estávamos de volta ao Farol da Barra, desejando que a deliciosa “festa na rua” que fizemos nesta quinta-feira tenha sido apenas o pontapé inicial de um grande carnaval de muita paz para todos.


De volta ao Farol
Um transeunte sorrindo, olhos brilhando de satisfação sincera por ter feito parte da festa, um aperto de mão cheio de cumplicidade pelo sucesso do evento, são coisas que fazem valer a pena todo trabalho dedicado à realização deste verdadeiro evento pré-carnavalesco.

Quer saber uma outra coisa que dá um sentido ainda maior a esta Corrida?

Sua Doação


Às 14 horas, numa comitiva composta por tia Lalá, Gil, Angélica, Ângela Ferreira, Gil, eu, Deja e Suely, nos dirigimos à Casa de Repouso Luna para entregar as doações.

Este ano a esmagadora maioria dos participantes fez a doação do "alimento" em dinheiro, escolhendo na hora da inscrição a forma que combinava pagamento da camisa + doação.

Além dos inscritos, que chegaram a 105 pessoas, recebemos a doação tanto em espécie quanto em compra de pessoas que simplesmente queriam ajudar e que em comum têm, além do grande coração, o desejo de manter-se no anonimato.

Assim que computamos os votos e descobrimos que a Instituição vencedora deste ano era o Lar Luna, mantivemos contato com aquela Casa para que fôssemos orientados em relação ao que comprar.



A Sra. Luna, nos agradecendo o contato, informou-nos que no final ano havia conseguido estocar muito alimento e que os itens mais urgentes no momento seriam fraldas geriátricas (levamos mais de 300), material de limpeza e leite em pó.

Desta forma, todo o dinheiro arrecadado com as doações (R$ 550,00) foi utilizado na compra dos itens indicados. 

A VISITA
Como sempre foi uma tarde de muita emoção. A realidade é completamente diferente de tudo que havíamos vivido pela manhã. A gente se põe logo a pensar. Por que não faço isso mais vezes?

Os olhos brilham, cada um ali carrega sua história e é impossível não se colocar no lugar do outro, mas engana-se quem pensa que tudo ali é só tristeza. Os idosos nos retribuem a visita com seus sorrisos, seus causos e todo mundo sai de lá um tantinho mais humano, um tantinho mais feliz.



Voltaremos em breve àquela Casa. Gil e Deja pretendem fazer lá um contrapiso e a tia Lalá ficou de providenciar uns remédios que eles estão carecendo, além do que, os poucos quilos de alimentos (físicos) arrecadados acabaram sendo esquecidos no fundo do carro.

Bons motivos para o retorno não é? Quem tiver interesse em ajudar de algum modo, o telefone do Lar Luna é 71 3253-3050.

Deixo-os agora com as fotos deste dia maravilhoso.

Até a próxima!

Os mennos curtindo a fantasia do papai

Muito obrigado aos apoiadores




 





Foto Largada






Pedro e Lu


Paulo Vale e Berilo


Everaldo e sua turma


Telma, Hosanah, Fernando e Amâncio



Angela, João Paulo, eu, Bruno


Com a tia Lalá ao lado de Peter (moto-elétrica)






Everton e esposa





No Pelô






Providenciando a hidratação


Cacá, Berilo e Paulo

Paradinha para água com o Águia

Parada pra sambar  (Kátia, Alzenir e Maria)












Foto exclusiva com os fantasiados do bloco






Rogério e Rúbia


Agradecendo o excelente trabalho do Pelotão Águia



Alta Velocidade


















Thomas avionando





Lar Luna

Tomaz


carregando doações


A galinha e seus pintinhos


4 comentários:

  1. Muito bom, isso é a família da folia. Obrigado
    Bruno Fraga

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu, Bruno.
      Mais uma vez muito obrigado pela sua participação!
      Abraços,

      Excluir
  2. Maravilha meu caro Roberto! Apesar da chuva, tudo saiu perfeito. Parabéns pelo sucesso! A entrega das doações foi o ponto alto do evento. Aqueles velhinhos certamente ficaram muito agradecidos. Valeu!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu, Amâncio.
      Se Deus quiser ano que vem teremos mais.
      Abraços!

      Excluir