segunda-feira, 7 de março de 2016

DE VOLTA AO CAMINHO DA PAZ - 38KM (25 + 13) - 02 DIAS DE MUITO SOBE, DESCE E RISOS

Antônio, Bené, Manoel, Cristina, Vanuza, eu e Laryssa no Morrinho de São José - ponto mais alto do 2º dia da corrida

Já disse isso aqui antes, mas repito: corredor sempre acha um motivo para comemorar correndo (rs).

A beleza do trajeto em si já dispensaria qualquer explicação para a corrida deste final de semana, contudo, o retorno ao Caminho da Paz estava mais que justificado: aproveitar a visita a meu pai, que completou 75 anos na última quarta-feira, em Amargosa.

O Caminho da Paz é um caminho de peregrinação por terras baianas, que se inicia na Cidade de Amargosa e chega ao "Projeto Semente", no Vale do Jiquiriçá, em Ubaíra. Atualmente tem 127km e está concebido para ser feito em seis dias, assim divididos os trechos:


127Km  pelas trilhas do
CAMINHO  DA  PAZ
Sequência de Dias / Percurso / Km
1° dia
Amargosa
ao
Alto da Lagoinha
25 Km
2° dia
Alto da Lagoinha
ao
Morrinho de São José
ao
Alto da Lagoinha
13 Km
3° dia
Alto da Lagoinha
a
Mutuípe
17 Km
4° dia
Mutuípe
a
Jiquiriçá
26 Km
5° dia
Jiquiriçá
a
Ubaíra
27 Km
6° dia
Ubaíra
a
Projeto Semente
19Km

Para esta empreitada, traçamos um plano para correr os dois primeiros trechos (um no sábado à tarde, outro no domingo de manhã) e, aos convites disparados, atendeu uma turma de primeira linha, todos campeões em simplicidade, solidariedade e animação.

A equipe composta de Antônio, Bené, Cristina, Manoel, "tia" Lalá (segundo dia) e Vanuza mandou bem demais. Era um desafio considerável e todos conseguiram com mérito atingir o objetivo, merecidamente  festejaram a chegada ao Alto da Lagoinha e em menos de 12h (algo inédito para todos) estavam de pé, preparados para a segunda etapa e, melhor de tudo, felizes por estarem ali.

Com tantos filmes e fotos para contar a estória, o negócio é diminuir no texto para economizar as retinas dos nossos leitores, entretanto, alguns destaques se impõem nesta vitoriosa corrida equânime em beleza e dificuldades, então vamos lá:

1. A leve e descontraída recepção do "Seu Osvaldo" (por acaso meu pai, rs) em Amargosa.


"Seu" Osvaldo - 75 anos no dia 2 de março, dando uma de corredor - camisa de 50k - no ponto inicial do Caminho da Paz

2. A ajuda da tia Lalá - no primeiro dia - e sua excelente participação nos desafiadores 13km do segundo.


3. O foco e a resultante performance de Cristina, que ditou o ritmo do começo ao fim nos 25k do primeiro dia, dando trabalho até para o "afoito" Bené.

Cristina

4. A Bené que pegou o espírito da coisa e mostrou já ter descoberto o prazer de vencer os obstáculos em grupo.

Bené liderando o grupo nesta incrível subida em pleno sol das 15h

5. Ao impagável e autêntico Manoel, que, não obstante jamais  haver corrido 25km, o fez com incrível maestria, espalhando alegria com seu contagiante bom humor e tornando mais fácil e divertido o duro trajeto (houve até revezamento de jaca puxado por ele que, não achando bastante subir ladeiras no sol quente, após encontrar uma jaca caída no chão, inventou a brincadeira de ir passando a fruta de mão em mão, ombro em ombro rs).


Manoel e suas selfies - Ao fundo Antonio Leite cumprindo sua parte no revezamento de Jaca

6. A D. Damiana (75 3544 6118) e sua sempre eficiente, deliciosa e humaníssima recepção no Alto da Lagoinha (lembrando que fomos para lá correr, mas o Caminho da Paz é um caminho criado para peregrinação).


Damiana (de amarelo) em meio a nossa festa de chegada do 1º dia
Agradecemos a todos que contribuíram mesmo de longe para o sucesso desta brincadeira e, claro, a Deus sem o qual nunca chegaríamos a lugar algum.
Missão cumprida - despedindo-se de meu pai em Amargosa - 38 km (25 + 13) no Caminho da Paz

"Em tudo dai graças, porque esta é a vontade de Deus em Cristo Jesus para convosco" 1 Tessaloniceses 5:18.


1º DIA - DE AMARGOSA AO ALTO DA LAGOINHA - 25KM



















As setas que vão indicando o Caminho da Paz








rápida parada na Muritiba - local credenciado para atender os Peregrinos e corredores também - para juntar o Grupo novamente



Novamente juntos - metade do caminho cumprido



Tia Lalá - chegando para o apoio e registros na metade final do 1º dia









Essa aí não era moleza não, rs









chegada de Manoel (tranquila e favorável)




Festejando a chegada



2º DIA - ALTO DA LAGOINHA X MORRINHO DE SÃO JOSÉ (IDA E VOLTA) - 13KM

ALÉM DAS FOTOS UM PEQUENO VÍDEO QUE MOSTRA UM POUCO DO DESAFIO DESTE TRECHO BELÍSSIMO


                                              clique para assistir


Largada do 2º dia - 5:30 da manhã

Deixando o Alto da Lagoinha em direção ao Morrinho de São José
























Bené enrando no clima com Manoel - Karatê Kid 
Hora de fazer pedido





                                                  HOMENAGEM DOS MENINOS AO VOVÔ OSVALDO - CLIQUE PARA ASSISTIR

16 comentários:

  1. Não há palavras para descrever... ainda extasiada com o desafio cumprido... com a solidariedade e o prazer de desfrutar da companhia de todos! E como escrevemos lá no alto da lagoinha... "é caminhando que se faz o caminho". Paz a todos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vc mandou muito bem, Cris!
      O resultado da análise do texto já saiu e vc ganhou um 10, rs.
      Paz!

      Excluir
  2. Parabéns a toda essa equipe de guerreiros!!
    Roberto, cada vez mais trabalhado para melhorar a qualidade das corridas de rua.
    Sou sua fã!!!
    E vamos correr... 🏃🏃🏃🏃🏃🏃🏃

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bruna,
      Obrigado. Estou seguro que iria se divertir muito também se lá estivesse.
      Vamos que vamos!

      Excluir
  3. Como queria ter lastro para essas empreitadas. Acho magnífico o layout que vc dá a essas aventuras. Elas automaticamente são convertidas em inspiração quando as vejo. Parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ivan,
      Está convidado para fazer parte da próxima aventura!
      De todo jeito prometo refazer o convite na próxima brincadeira.
      Abraços!

      Excluir
  4. Que legal, meu caro campeão! Um dia, quem sabe, ainda farei parte desse grupo numa empreitada desta! Se Deus quiser'

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quem sabe em junho na Serra da Jiboia?
      Abraços, Amâncio!

      Excluir
  5. Boa noite, a todos nos, foi um prazer imenso de ter desfrutado um treino extraordinário, fantástico, como esse no caminho da paz só quem esta correndo sente esse prazer, a solidariedade dos colegas, Cristina sr. Antônio, Bene, Larissa, Manoel, o mas engraçado, dei risada o percurso inteiro e especialmente o mestre da gente Roberto, o prazer da companhia, o carinho, de todos, foi o prazer enorme de ter conhecido um pessoa tão especial, sr. Osvaldo, e Damiana, muito obrigada a todos, um abraço, enorme.

    ResponderExcluir
  6. Parabéns a todos! Dar pra imaginar a emoção que todos sentiram. Parabéns pelo desafio realizado, união e solidariedade do grupo. Roberto, você como sempre proporcionando ao grupo corridas maravilhosas! Um grande abraço! Pataro.

    ResponderExcluir
  7. Patarão,
    como sempre vc fez falta, aliás ficou bem claro isso no vídeo, rs.

    ResponderExcluir
  8. Parabéns a todos pelo desafio! Achei interessante esta integração de vocês e a determinação nos objetivos! Não sei se o desafio foi aberto para pessoas de fora, mas gostaria de participar de uma corrida como esta. Gostei porque não é tão longe da capital, onde moro. Sugiro que seja no inverno, seria bom testar uma corrida rústica num período de clima mais ameno.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Flávio,
      É sempre aberto e volta e meia estamos na estrada, fique atento e quem sabe estaremos juntos na próxima!
      Abraços!

      Excluir
  9. Roberto, parabéns por mais essa!

    É sempre muito gostoso vivenciar essa aventura fantástica fazer esse Caminho da Paz (ou parte dele!), seja andando, correndo ou de bicicleta.

    Sentimos falta de você ter mencionado a nossa jornada anterior, quando o fizemos pela primeira vez de bike, naquela vez o Caminho completo, em 45 horas.

    A nossa aventura pioneira merecia uma breve citação no texto, não?

    Parabéns também pela redação do texto e pelas belas fotos.

    Um grande abraço,

    André e Angela
    Corpus Vitalle

    ResponderExcluir
  10. Professores,
    Claro que merecia e muito falamos desta nossa aventura lá, e de todas as outras vezes que lá voltei pra correr depois da nossa viagem de bike, mas como optei por "diminuir no texto para economizar as retinas dos nossos leitores", acabei não registrando aqui nenhuma delas.

    ResponderExcluir