sexta-feira, 25 de julho de 2014

DE PEDRAS A SANTA RITA E OUTRAS CORRIDAS



Com Renato em frente ao Hotel Scala em Sta. Rita de Cássia/BA

Finalmente chegou a sexta-feira e com ela a hora de voltar para casa.

Os dias aqui em Santa Rita de Cássia foram excelentes tanto no desenrolar do trabalho quanto nos treinos para a Maratona de Salvador.

Logo mais estarei embarcando levando novas amizades e um pouco desta cidade no coração.

Com Pretinha em frente ao Fórum

Foram dezenas de treinos de qualidade executados por estas bandas, mas o último deles (o único off road) merece com toda a certeza a expressão "fechar com chave de ouro".

Senta que lá vem estória...

Renato é o nome de um amigo que fiz aqui nesta cidade. O cara é uma figuraça que trabalha no Hotel Scala, onde fiquei hospedado.


Saindo para correr sempre ao amanhecer, todos os dias era obrigado a acordá-lo para que abrisse a porta principal do Hotel.

Com pouco tempo começou a me provocar:
- Quando vem de lá  você passa é a camisa dentro do rio não é?

Ele não acreditava que aquilo era suor.

Sorrindo e levando na esportiva, assentia.

Com o passar dos dias fui lhe contando algumas das minhas corridas de longa distância, mas ao que tudo indica, não estava me fazendo crer, pois ele num certo momento perguntou:

- Então você pode ir daqui até o lugar onde moro?

- Quantos quilômetros? Perguntei.

- 33. Respondeu-me.

- Sim. 

- Mas é tudo na estrada de barro e com algumas faixas de areia.

Pequenas faixas de areia na estrada de barro

- Aí é melhor ainda. Disse-lhe.

Sempre em tom de ironia, ele sentenciou: 
- Ninguém nunca fez isso e você entraria para a história de Santa Rita se conseguisse.

Deixei o incrédulo e fui para o trabalho já maquinando que dia poderia fazer o tal longão. Faltavam dois finais de semana, mas neste já estaria (estarei) em Salvador e no da semana passada tinha compromisso em Goiânia.

Aliás, abro aqui um parêntese para falar da Track and Field do Shopping Flamboyant na cidade de Goiânia. 

Com a planilha indicando um tempo run de 10k e embalado por um 18'20 conseguido no treino de 5k da semana anterior, dei uma pesquisada para achar uma corrida onde pudesse fazer a prova "valendo 3 pontos".



Com ônibus diário para Goiânia (para Salvador só há na segunda e no sábado), a TF ficou ainda mais atrativa quando conferi os resultados do ano anterior. Se fizesse meu trabalho direito, poderia ficar entre os cinco do pódio geral.

11º lugar geral na TF Goiânia (se estivesse em Recife ficaria com o 3º lugar..rs)
Não foi bem assim. Lugar e hora errados, os tempos ficaram bem mais competitivos e o máximo que consegui foi um 11º lugar geral e 2º da minha categoria. 



Tudo bem, naquele mesmo domingo em Salvador, Pataro e Carlinhos estiveram frequentando os pódios de categoria e em Recife (também numa TF), Lu Bastos vingou-me por completo ficando no 5º lugar geral.


Voltando à estória...

Retornei do trabalho já com a planilha rearrumada e contei para Renato que faria o treino na quarta-feira. Havia decidido que para não atrapalhar muito no trabalho faria a corrida no sentido contrário: Das Pedras até o hotel.

Precisava de alguém para me deixar lá antes do dia amanhecer e falei com Renato.

- Renilton, meu irmão, pode levá-lo em minha moto.

- Ótimo, eu posso colocar gasolina e acertar um valor com ele para que ele me deixe lá e volte.

- Mas aí depois você pode pegar uma ó ó - e gesticulava com o dedo polegar apontado para o lado (como a indicar que eu poderia vir de carona).

- Então ele me leva e vem comigo pra garantir. - Falei em tom de brincadeira.

- Eu venho. Disse-me o próprio (e igualmente cético) Renilton, que estava presente no momento da conversa.

Naquele momento entendi que havia concebido o que viria a ser o meu melhor treino em terras santarritenses. De uma só tacada conseguira transporte, condutor, segurança, fotógrafo, staff (minha hidratação viria na moto), uma testemunha e, quem sabe, um futuro corredor.

Renilton, Staff, fotógrafo, testemunha, etc...
Às 5h da manhã do dia combinado deixamos Santa Rita em direção à casa dos pais de Renato e Renilton.

Às 6h, após um gole do café oferecido por D. Clarilene e Sr. Adelino, comecei a fazer o caminho de volta.

Entre Sr. Adelino e D. Clarilene,, pronto para largada

Carregando uma garrafa d'água dei a meu staff uma folga de 30 minutos para que tomasse o café da manhã com seus pais antes de ir atrás de mim.

A fome ou a saudade, não sei o que estava maior, retiveram Renilton por mais tempo e quando ele me alcançou já estava chegando na marca de 20k.

Renilton de chegada
- Rapaz eu vim 'botando' na moto e nada de te encontrar.

Pouco tempo depois já havia passado a barreira dos 30km e gritei:
- Falta pouco para você se livrar de mim! 


- Aqui já é o aeroporto, as casinhas, você já pode dizer que está em Santa Rita! Ouvi-lo dizendo.

E com sinceridade acrescentou: 
- Eu não acreditava que você iria conseguir não, mas por mim eu ficava era o dia todo, era só você aguentar.


Àquela altura, completamente tomado pela felicidade de ter corrido todo o tempo em meio à natureza, e profundamente agradecido, contei para ele, enquanto aumentava a velocidade:
- Graças a Deus isto aqui foi só um passeio pra mim. Um dia desses você mesmo poderá fazer esse percurso. Qualquer pessoa pode fazer isso, é só começar aos poucos.

Passando em frente ao Fórum
  
Com 2h e 40' completava os 33,8km que me separavam da eternidade. Agora, pelo menos para Renato, sua família e a maioria dos seus amigos, eu fazia parte da história de Santa Rita de Cássia. :)


Passando em frente a Igreja Matriz de Santa Rita de Cássia (a 100 metros da chegada)

Até a próxima!














2 comentários:

  1. sempre em forma, lugares sempre lindos e lugares bom pra ganhar ótimas formas pra corridas isso é muito bom, continua assim, um abraço. Vanuza Lins!

    ResponderExcluir
  2. Ultra é assim! Treina em qualquer lugar e em qualquer condições. Tenho certeza que com essa dedicação aos treinos, amor pelo que faz, virão novos sucessos. E obrigado pela orientação, dicas e incentivos aos meus treinos.
    Um abraço
    Pataro

    ResponderExcluir